Publicado por: Lucival França | janeiro 16, 2007

NA RUA – “Trago a pessoa amada em três dias”

Minha mente realmente funciona de um modo estranho. As pessoas vêem essa placa e criam todo tipo de fantasia romântica em cima disso. Elas se imaginam desesperadas, ensandecidas de paixão, indo numa bruxa de subúrbio pra encantar aqueles que adoram e conquistar a felicidade eterna. Provavelmente, devem ser pessoas que amam mais do que são amadas, desejam mais do que são desejadas ou simplesmente desejosas de saciar seu ódio por ser “trocada”.O que espanta é que um pesadelo tão aterrorizante como esse seja considerado um cenário romântico.

Afinal, pra cada pessoa que manda trazer seu amado existe (teoricamente) um amado relutante que queria apenas prosseguir com a sua vida. Por que infernizar a vida daquele (a) que já não lhe quer mais? Vale à pena apelar para as divindades ou é meramente uma questão de quebra de braço? Ninguém quer perder nada e nesse aspecto toda a humanidade pactua – é só analisar o motivo das guerras entre grupos étnicos, países, continentes… Você quer perder alguma coisa? Estou em casa, lendo “Do Golpe ao Planalto”, livro autobiográfico do jornalista Ricardo Kotscho, e, de repente, sou tomado por um ardor repentino de ficar com os olhos rasos d’água. Nem paro pra pensar. Largo tudo. Não apareço na aula que tenho que assistir. Dane-se o trabalho de web writter que faço todos os dias pela manhã. Para o raio que o partam!!! Tento me segurar pelos tornozelos, mas não consigo.

Vou até o ponto de ônibus e pego o primeiro que passa. Sou um homem com uma missão: um homem trazido pela intuição. Cinema? Teatro? Exposição? O que fazer?
Cheguei no meu destino. Mais tarde, enquanto estou sentado no sofá da sala da casa da minha amada mãe, assistindo ao infeliz Domingo Legal com olhar de peixe bobo, vejo uma garota que vai até Mãe Dinalda da Silva e pede a sua contribuição e aconselhamento amoroso. Mãe Dinalda não cobra pelo serviço, mas, afinal, deu certo, não deu? Então por que é de graça? Eu hein! Não vou me arriscar. Nessa hora, deu vontade de acordar gritando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: